Escolha uma Página
O que esperar do mercado durante a retomada

O que esperar do mercado durante a retomada

O Brasil entrou em uma nova recessão durante primeiro trimestre de 2020, afirma o Comitê de Datação de Ciclos Econômicos (Codace), da Fundação Getúlio Vargas, e durante este período o uso da internet cresceu em até 50%, segundo dados divulgados pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

Com a pandemia, não era de se esperar que as pessoas ficassem mais conectadas e como consequência aumentasse a procura por redes sociais, ecommerce, plataformas de conteúdos educacionais e entretenimentos, principalmente as lives. O fato é que as empresas precisam continuar se reinventando no digital, durante este momento de retomada, principalmente os pequenos negócios que timidamente estavam presentes nas redes sociais antes da pandemia.

O mercado irá demandar mais ação, criatividade e entendimento por parte das empresas, de como podem estar mais próximas dos seus clientes, entender as suas necessidades e desenvolver soluções. A presença digital deve continuar forte e o consumidor buscando marcas das quais se identifiquem e tenham autenticidade, assim o posicionamento delas deve ser cuidadosamente avaliado e analisado pois um erro pode causar repulsão ao invés de aproximação.

Contudo, apesar da recessão, a retomada ocorrerá de forma gradativa e provavelmente muitas empresas continuaram crescendo durante esta crise e o que irá diferencia-las, é a forma como fazem o marketing digital e se posicionam diante dos seus clientes de agora em diante. Então, não é hora para relaxar e sim continuar com a presença e interação no digital.

#MakeWellComunicacao #Retomada #Relacionamento #RedesSociais #Comunicação #MarketingDigital

O que o consumidor espera das marcas durante a pandemia

O que o consumidor espera das marcas durante a pandemia

Uma pesquisa realizada pela Kantar¹ identificou que os brasileiros esperam que as empresas ofereçam soluções úteis diante do cenário em que estamos vivendo, e para 77% dos entrevistados as empresas não devem se aproveitar da crise para tentar se promover. E para 78% deles foi identificado que a sua preferência está com as marcas que colocam a saúde de seus funcionários em primeiro lugar.

Durante uma crise, uma das reações mais comuns tomadas pelas empresas é o corte de verbas, principalmente de comunicação, o que pode não ser uma boa solução, pois de acordo com a pesquisa a ausência das marcas nas TVs por um período de 6 meses resultará em uma queda de 39% da percepção total do consumidor pela marca, prolongando sua recuperação na pós-pandemia.

Apesar da maioria dos consumidores concordarem com a publicidade é preciso tomar alguns cuidados para não cair em ciladas na hora do discurso, como por exemplo não utilizar o humor relacionado ao assunto “pandemia”.  As marcas devem adotar um discurso mais tranquilizador e informativo sobre os esforços de combate a situação. Referências: 1- Thermometer kantar covid edição 2, março, 2020.

#MakeWellComunicacao #Consumidor #Marcas #Comunicação #MarketingDigital

×